Santuário Virtual

Online desde 2013

Santuário Virtual

Contador de Visitas

A lua agora

CURRENT MOON

BEM VINDOS AO SANTUÁRIO VIRTUAL

O mundo da magia e da realização dos nossos sonhos. Um lugar, para onde a consciência humana pode viajar.  Ela faz isso de forma natural e regularmente,  porque esse lugar no tempo e no espaço é “real” e é uma parte fundamental do sistema energético humano.

Nesse espaço as leis que vigoram são as leis do Universo de energia, onde a vida é um fluxo contínuo que nós percebemos como informações e que vivemos como eventos.

Nós somos seres mágicos vivendo em um Universo Mágico.

O Santuário Virtual é uma plataforma segura de encontro; fixada no tempo e no espaço; a meio caminho entre a mente consciente e a inconsciente;  na fronteira onde as duas mentes se encontram. Nós usamos principalmente, mas não exclusivamente, a técnica do “Project Sanctuary” porque a partir dele, podemos realizar com segurança, vários trabalhos de exploração, transformação e realização.

Um lugar ideal para restabelecer a comunicação com o Universo, reconectar nossos sentidos com a Natureza e recuperar nossa saúde e bem estar; estamos em busca de “religare”, ligar de novo, reconectar, o verdadeiro sentido da palavra religião.  Nós podemos alcançar esse conhecimento através do exercício e prática de técnicas de meditação criativa, fáceis de aprender, para pessoas de todas as idades.

A meditação criativa autogênica desenvolve e treina os seis sentidos e pode ser realizada tanto por crianças – como um jogo criativo e muito divertido – quanto por idosos ou até pessoas acamadas, bastando que tenham uma capacidade normal de compreensão.

O estudo das linguagens simbólicas, para nossa comunicação com o universo de energia, nos ajuda a entender o significado dos sonhos tornando-os mais organizados  e compreensíveis. O trabalho com as metáforas exercita nossa imaginação criativa.

Nosso principal objetivo é reunir e trabalhar com um grupo de pessoas que já respeitem a Natureza Universal e se recordem de como viam o mundo quando crianças, com suas infinitas manifestações, seus múltiplos mundos paralelos e dimensões. As meditações ativas nos permitem a vivência e prática dos conceitos atuais da Física Quântica abrangendo inclusive a ideia de Multiverso. Um grupo que estará apto a criar um Santuário Virtual, a meio caminho entre o Universo Material e o Universo de Energiaentre o Mundo Cultural e o Mundo Natural.

À medida que formos crescendo em número, consciência e coerência, poderemos transformar o mundo à nossa volta. Interessa?  Então… mãos a obra!

1º Passo: Qual a técnica escolhida e por que:

Com o advento da Nova Era muitas técnicas de meditação foram desenvolvidas por psicólogos e espiritualistas ocidentais, sendo que a maioria delas foi inspirada pelas religiões orientais que preservaram o respeito para com a Natureza. No início esse aprendizado não levava em consideração as diferenças ambientais e culturais, acarretando muitos anos de treino com raros momentos de real transformação pessoal.

Algumas técnicas foram desenvolvidas a partir do meio ambiente cultural do Ocidente onde os sentidos são mais desenvolvidos do que os atributos espirituais das pessoas.

Nós vamos trabalhar com algumas técnicas que já estão em prática por pelo menos quinze anos, em especial a técnica chamada de Project Sanctuary, desenvolvida pela Dra. Silvia Hartmann a partir de 1996 e que tem gerado continuamente várias outras técnicas de comunicação com o superconsciente.

Duas técnicas contribuiram bastante para a criação do Projeto da Dra. Silvia, cuja principal característica é trabalhar em “solo sagrado”, o que nos garante total segurança para nos aventurarmos pelos reinos interiores.

David Grove desenvolveu uma técnica muito interessante conhecida como Grovian Metaphor Therapy, que trabalha com as metáforas criadas pelos clientes para descobrir e depois tratar memórias traumáticas reprimidas. Dois aspectos desta terapia foram muito importantes para a estrutura dos padrões e técnicas do Santuário.

O primeiro é a pergunta que fazemos ao cliente :

- Se “x” ( dor, problema, sentimento, desafio, limitação, bloqueio…) tivesse uma cor, qual ela seria?

- Se “x” tivesse uma forma, qual ela seria?

Para reafirmar a imagem, os primeiros dois atributos são repetidos:

- Então, isso é azul e triangular, e… então perguntamos sobre o próximo atributo, como peso, tamanho, localização, se for apropriado.

Se uma descrição metafórica ainda não foi encontrada e só temos uma “coisa” azul, triangular, pesada e densa, então repetimos os atributos já obtidos e perguntamos:

- E o que mais você pode me dizer a respeito disto?

Agora o segundo aspecto extremamente útil desta técnica é a pergunta:

- E o que acontece em seguida?

Esta é a evolução do problema que precisa de uma sequência para sair do bloqueio energético que existe em uma memória, especialmente se for traumática. Mesmo se chegarmos a um momento de morte, existe uma sequência a ser desenvolvida, como decomposição, transformação em terra, incorporação em plantas… ou em outros planos como nas teorias espíritas e outras que acreditam em reencarnação. O importante é colocarmos a imagem obtida pela metáfora em movimento.

Outra técnica que contribuiu para o Projeto da Dra. Silvia foi a Image Streaming (Fluxo de Imagens) criada por Win Wenger. Trata-se de uma técnica de treinamento da comunicação entre o consciente e o inconsciente. Seus exercícios aumentam a clareza das nossas representações internas, amplificam suas experiências e ajudam na resolução de problemas. Ele é fundador do Project Renaissance e seu website é: http://www.winwenger.com

O procedimento é relativamente simples: Você se senta em uma cadeira confortável, fecha os olhos e descreve em voz alta o fluxo das imagens mentais que atravessam sua mente. São absolutamente cruciais três fatores:

1º Você precisa descrever as imagens em voz alta, para outra pessoa ou para um gravador. Não funciona se você não falar em voz alta.

2º Você precisa usar todos os “5 sentidos” nas suas descrições. Se você vê uma montanha coberta de neve, por exemplo, descreva seu sabor, textura, cheiro, som.

3º Coloque suas descrições no tempo presente. Elas estão acontecendo ao mesmo tempo em que você as descreve.

Para os principiantes, é importante descrever qualquer coisa que consiga “ver”. Para começar, podem ser apenas flashes, pequenos pedaços de imagens de vez em quando, espirais, uma cor que passa… Se tiver maiores problemas, você pode usar uma imagem residual depois de olhar para uma lâmpada forte, apenas como um primeiro passo do processo.

Mantenha-se descrevendo em voz alta o que você vê, esse aspecto é vital para engajar certas partes do seu sistema neurológico. Faça isso durante cinco minutos por vez e pare. Não censure o que você vê e não tente controlar as imagens. Não fique desapontado se a princípio você apenas obtiver vagas impressões. Este processo evolui rapidamente com um pouco de prática.

Mais tarde neste processo, você poderá usá-lo para solucionar problemas e outras aplicações. Dizem que exercitando esse fluxo de imagens o raciocínio fica mais rápido e abrem-se novos canais no nosso sistema neurológico.

É importante ressaltarmos que os primeiros Santuários criados pelos diferentes movimentos da Nova Era eram únicos, trabalhava-se na construção de um santuário que era construído, trabalhado e transformado ao longo do tempo. Um paraíso que deveria se tornar cada vez mais concreto. Esta é a grande diferença entre os antigos e os atuais santuários. Hoje eles devem ser fluidos e a cada dia diferentes, como nossas vidas que nos trazem novos e incríveis desafios diariamente. Assim como a energia que deve fluir sempre.

É muito importante seguirmos o Jogo Clássico do Projeto Santuário, pois ele oferece dispositivos de segurança para que nada aconteça de errado quando entrarmos em contato com nosso superconsciente. Nós perdemos este hábito quando nossas crenças nos distanciaram da Natureza. Mas, como esse deveria ser um processo natural, todos nós nascemos sabendo como realizar este contato. As crianças fazem isto naturalmente até o momento em que são desestimuladas a fazê-lo. Brincar é a maneira correta de lidarmos com o Universo de Energia que nos cerca. Com leveza, delicadeza, curiosidade e confiança. Nosso superconsciente sempre soube como se comunicar com a Natureza Universal. Ele faz parte do nosso campo de energia e está ligado a tudo que conhecemos ou podemos imaginar.

Nossa imaginação não é uma ferramenta infantil, assim como nossos sonhos não são aleatórios, mas uma tentativa de comunicação desta nossa mente de energia.

De tempos em tempos mudamos nossos paradigmas e o mundo é completamente transformado pelo novo modelo que temos do Universo. No final do século passado vimos novas concepções da Física Quântica trazerem mudanças profundas ao já velho e desgastado modelo anterior de um Universo morto, estático e semelhante a uma máquina. Hoje, vemos o Universo mais como um imenso pensamento, graças aos novos paradigmas da Física e biologia. O modelo holográfico do Universo e os estudos de Sheldrake sobre os campos morfogenéticos nos colocaram em rede com o planeta que habitamos e outras espécies que dividem conosco o espaço, nosso sistema solar, a galáxia e o universo conhecido. O novo modelo é: Tudo é energia e tudo está interligado.

A partir dessa premissa, não é difícil entender que nossos pensamentos transformam nosso meio ambiente e que na medida em que mudamos nossas imagens interiores nós também mudamos nosso mundo exterior.

Esse é o desafio lançado pelo Santuário Virtual. Fazermos um trabalho de harmonização interior para construirmos um mundo harmônico real. Nosso convite é construirmos tantos santuários quanto pudermos e interliga-los em um espaço sagrado, a meio caminho entre o Cultural e o Natural.

Maria Luiza Tosold – Mentora da Igreja Holística Sagração da Natureza, mestranda em Project Sanctuary.

http://www.projectsanctuary.com

 

Data: 30/01/2013 0 Comentários

Deixe uma resposta